Hábitos deletérios X maloclusões

Maloclusão dentária pode ser definida como o posicionamento anormal dos dentes na maxila e/ou mandíbula, que resulta em uma relação estética e funcional desarmônica dos arcos dentários entre si, como também entre os elementos dentários e o esqueleto craniofacial.
Hábito é a disposição adquirida pela frequente repetição dos mesmos atos, e são classificados como deletérios quando forem capazes de interferir no processo de desenvolvimento, podendo afetar o crescimento normal dos maxilares, favorecendo o aparecimento de maloclusões e alterações nos padrões normais de deglutição e fonação.
O uso prolongado de mamadeira ou chupeta, a sucção digital, a deglutição atípica (interposição lingual), e a postura inadequada são exemplos de hábitos deletérios, podendo ter diferentes resultados, de acordo com a predisposição individual, idade, frequência, intensidade e duração do hábito.
O uso da mamadeira, ao contrário da amamentação, não exige os esforços de sugar e ordenhar o leite, e por isso não exercita a musculatura oral do bebê adequadamente. O uso prolongado da mamadeira está presente em metade das crianças que apresentam hábitos deletérios, pois não satisfaz o desejo de sucção, então a criança busca o dedo ou a chupeta para complementar.
A sucção digital e o uso de chupeta são considerados reforços psicomotores que tendem a desaparecer com a idade, normalmente até três anos de vida. Sua persistência além dos quatro anos pode provocar alterações no crescimento e desenvolvimento facial e até mesmo maloclusões na própria dentição decídua.
As alterações dentofaciais provocadas pelo uso prolongado de chupeta e sucção digital são semelhantes, resultando em mordida aberta anterior com inclinação vestibular dos incisivos superiores, inclinação lingual dos incisivos inferiores, diastemas generalizados, deglutição atípica e atresia do palato, impedindo o completo fechamento dos lábios quando em repouso.
O hábito de sucção de lábios e bochechas ou de morder objetos pode ser considerado uma extensão do hábito de sucção digital, resultando também em maloclusões.
A deglutição atípica é o hábito de repousar a língua entre os dentes superiores e inferiores durante a fonação, deglutição ou repouso. Pode ser causada por maloclusões, hipertrofia de amígdalas e adenóides, rinites, doenças crônicas da garganta e presença de hábitos bucais.
Indivíduos com padrão atípico de deglutição apresentarão alterações no sistema estomatognático, tais como, mordida aberta anterior, modificações na fonação pelo desequilíbrio causado no sistema “lábios-língua-dentes”, contração de lábios e alguns músculos, estreitamento do palato e protrusão dos dentes anteriores superiores e inferiores.
A criança durante o sono ou em atividades recreativas pode apresentar posturas inadequadas, como a colocação da mão ou do braço sob o rosto, que podem resultar em um crescimento assimétrico, bem como a arcada dentária pode desviar-se ou atrofiar-se no lado da pressão exercida, resultando em mordidas cruzadas unilaterais ou bilaterais e alterações na articulação temporomandibular.
Os hábitos bucais deletérios necessitam de uma abordagem multidisciplinar, entre odontopediatra, ortodontista, psicólogo, fonoaudiólogo e otorrinolaringologista.
A Ortodontia preventiva e interceptativa são consideradas fundamentais no controle e tratamento de maloclusões instaladas na infância. Conhecimento clínico, etiologias e possibilidades de tratamento são imprescindíveis para o diagnóstico precoce e intervenção correta, para maiores chances de obtenção de sucesso.
Recomenda-se agir de forma preventiva para que hábitos bucais deletérios não se instalem, através das seguintes precauções: tempo mínimo de aleitamento materno de seis meses, a sucção do dedo deve ser substituída por chupeta ortodôntica, a mamadeira deve ter bico ortodôntico e a retirada do hábito de chupeta e mamadeira até os três anos de idade.

 

Por

Drª. Camila Mariano R. Freire
CROBA 11900
Graduada pela Faculdade de Odontologia UPE/ PE
Especialista em Ortodontia pela Faculdade de
Odontologia FOR-Recife/ PE
Juazeiro/ Bahia